top of page

Gordofobia: o que podemos aprender com o discurso de Tiago Abravanel no BBB22

O Big Brother Brasil começou e nesta edição tópicos importantes como obesidade e gordofobia começaram a ser discutidos em rede nacional com discursos e discussões feitas em sua maioria pelo participante Tiago Abravanel.

Segundo ele, seu discurso foi em parte pautado nos livros escritos pela criadora do Movimento Corpo Livre no Brasil, Alexandra Gurgel, respectivamente: “Pare de se odiar: porque amar o próprio corpo é um ato revolucionário” (2018) e “Comece a se amar” (2021) — os quais afirmou ter lido durante seu período de confinamento antes de sua entrada no programa.

Aqui estão alguns tópicos importantes discutido pelo ator já nos primeiros dias de sua participação do programa:

1. Gordofobia Social

Um dos tópicos mais importantes discutidos pelo ator foi a gordofobia social. Um fator que faz com que as pessoas gordas sejam excluídas da sociedade apenas por seu tamanho — e na maioria das vezes, é algo apenas discutido entre grupos de pessoas acima do peso, já que como não afeta magros, as mesma geralmente nem ao menos nota a necessidade de mudança:

“…a gordofobia vai além do estético. Eu não passo em catracas, o cinto da poltrona do avião não cabe em mim. As pessoas gordas são excluídas da sociedade”.

2. Amar seu corpo não é incentivar a obesidade

Já faz alguns anos que cada vez mais as pessoas gordas pararam de se restringir socialmente por conta de seu corpo. Cada vez mais vemos gordas e gordos postando fotos de biquíni, confiantes em seu próprio corpo, como é o caso de influencers como Ray Neon e Caio Revela.

Com isso, as pessoas que se incomodam com a auto estima alheia começaram a recorrer a discursos sem base científica para justificar seu ódio gratuito por tais representações de amor-próprio. A ideia de romantização da obesidade é uma das mais popularmente usadas hoje em dia:

“Não é que eu estou incentivando a obesidade. Saúde vai além da forma física. Tem vários caras que são ‘saradinhos’ e a saúde está uma merda”.

3. Obesidade não é indicação de estado de saúde

Outro discurso geralmente usado para justificar a gordofobia é escondendo-a por trás da noção ultrapassada de que obesidade e saúde deteriorada andam juntos. Tal discurso é falso, já que forma física não é indicação de estado de saúde, e Tiago trouxe isso em discussão na casa:

“…eu, com 120 quilos, tenho meus exames todos em dia, sem colesterol alto nem nada. Cada caso é um caso, o médico precisa estudar individualmente…generalizar o sobrepeso como fator de risco é gordofobia”.

Os discursos de Tiago no programa causou um grande impacto na sociedade, devido à importância do reality no entretenimento nacional. E apesar de seu discurso ter sido contestado tanto quanto foi aprovado pelo público, esse foi um marco importante para o movimento.

Procurando biquínis e maiôs estilosos para sua próxima visita à praia ou dia relaxante na piscina?

Na Divas Plus, temos um grande catálogo de moda praia plus size pensado especialmente para o corpo gordo que abrange até o tamanho 64 — tudo para você se sentir poderosa e confiante em todos os lugares!

mobile-2-verao-2024-divas-plus.png
banner-mobile-outlet-divas-plus.jpg

Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • Pinterest
bottom of page